Home Lifestyle Ana Moreira elogia “ótima iniciativa” da nossa ótica!

Ana Moreira elogia “ótima iniciativa” da nossa ótica!

0
0

A comunicadora é fã da Fábrica de Óculos!

Se a visão de Ana Moreira está de boa saúde, o mesmo não se pode dizer do filho da locutora da M80, o pequeno Vicente, conforme a própria nos contou. “Começou com um piscar de olho… Nós estranhámos. Percebemos que ele precisava de óculos e, agora, é a vida dele. É um menino com óculos e, quando ele não os tem, já sinto falta ali de qualquer coisa. Já faz parte da personalidade dele e os oculinhos ficam-lhe muito bem.”

Ana Moreira não se contém, na altura de elogiar a Fábrica de Óculos do Cacém. Tudo começa com a consulta que, de acordo com a radialista, se destaca por ser “simples”: “E tudo o que é simples, para os miúdos, facilita. Sentar numa cadeira, olhar para o fundo, ler umas letras, pôr, rapidamente, uma maquininha – que é para olhar para um balãozinho… Em menos de cinco minutos, já estava feito.”

O próprio espaço de ótica de criança – tanto na Fábrica de Óculos do Cacém, como na Chiado Eyeglass Factory – se assemelha bastante a um parque de diversões, o que também fez brilhar os olhos de Vicente. “Ele gostou muito do espaço. Gostou dos jogos de arcade. Gostou muito das vossas mascotes, que, ao fim de semana, animam aqui a ótica! E é toda uma zona de descoberta”, garantiu Ana Moreira.

A, também, repórter do programa “Faz Faísca”, emitido pela RTP, mostrou-se, ainda, radiante por, em ambas as óticas, as consultas serem gratuitas: “Claro que é uma ótima iniciativa, principalmente agora que estamos todos a contar os cêntimos… Em alguns casos, chega a esse ponto. A visão, principalmente nas crianças, é fundamental. Estão num processo de aprendizagem e, se não houver uma boa visão, podem sair prejudicados.”

“As crianças têm mesmo de ter óculos, às vezes tem de se adaptar, porque precisam de um novo modelo, de uma nova graduação e é impossível não estar em cima do acontecimento, se queremos o melhor para eles. Então, ter esse ‘empurrão’ que é irmos a um sítio, sem compromisso, e vermos se precisa de óculos, se precisa de mudar, ou não, já tira algum ‘peso'”, acrescentou.

E, como não podia deixar de ser, os óculos de Vicente ficaram graduados em, apenas, 20 minutos… o que arregalou os olhos da mãe: “Isso é que acho que é o máximo. Sempre passei aquela coisa de estar uma semana à espera… 20 minutos parece-me inacreditável.” Motivos mais do que suficientes para um regresso muito em breve!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *